top of page

Atividade do comércio inicia o ano com alta de 6,1%, revela Serasa Experian


Crescimento foi o maior registrado nos últimos 18 meses - Foto: Divulgação


Começando o ano de forma positiva, as vendas do varejo físico no Brasil cresceram 6,1% em janeiro, comparado ao mesmo período de 2022. O número foi o maior registrado pelo Indicador de Atividade do Comércio da Serasa Experian nos últimos 18 meses, quando chegou a 10,6% em julho de 2021.


No recorte por setores, todos apresentaram expansão em relação ao ano anterior, e o de Veículos, Motos e Peças saiu a frente com 13,1%. Em seguida está o segmento de Combustíveis e Lubrificantes (10,1%), depois Supermercados, Hipermercados, Alimentos e Bebidas (4,6%). Em quarto lugar vem Móveis, Eletrodomésticos, Eletroeletrônicos e Informática (3,9%), seguido por Material de Construção (2,3%) e Tecidos, Vestuário, Calçados e Acessórios (1,2%) para fechar o ranking.


Segundo o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi “o comércio ainda está sentindo os efeitos positivos das comemorações de fim de ano, em que há um incentivo maior ao consumo. Mas é importante reforçar que, nesse momento, é imprescindível que os lojistas se planejem, organizem o caixa das empresas e definam estratégias para alavancar as vendas e manter o ritmo nos próximos meses”. Outro fator que implica diretamente no varejo é a inadimplência dos consumidores. “Somente com a diminuição da taxa de inadimplentes no país e, consequentemente, com a recuperação do poder de compra destas pessoas, é que então poderemos ver uma melhora expressiva no comércio” explica Rabi.

0 comentário

コメント


bottom of page