CÂMERAS PORTÁTEIS E PISTOLAS DE IMPULSO ELÉTRICO PARA A PMMG



Presidida pelo Procurador-Geral de Justiça Adjunto Institucional, Carlos André Mariani Bittencourt, o Ministério Público de Minas Gerais e o Comando da Polícia Militar, se reuniram na ultima semana na Procuradoria-Geral de Justiça, para tratar da construção do projeto piloto que definirá as formas e locais de uso pela corporação, de equipamentos de menor potencial ofensivo, como pistolas de emissão de impulso elétrico.


Com isso, a utilização das câmeras em conjunto com esses equipamentos, irá disponibilizar maior segurança para o trabalho policial e trazer maior transparência para a ação. Além disso, o projeto dará condições de avaliar o funcionamento dos equipamentos e auxiliar nas melhorias no uso.


De acordo com as informações, o Fundo Especial do Ministério Público de Minas Gerais aprovou a destinação de mais de R$ 4 milhões de reais em recursos para este projeto.

1 visualização0 comentário