top of page

Corpo de Bombeiros presta homenagem às famílias de Brumadinho quatro anos após a tragédia


Corporação divulga vídeo reforçando o compromisso de continuar o trabalho até que todas as joias sejam encontradas; três pessoas seguem desaparecidas - Foto: CBMMG

Há mais de 1,4 mil dias, militares do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais (CBMMG) trabalham nas buscas pelas vítimas da tragédia de Brumadinho, que completa quatro anos nesta quarta-feira (25). O desastre tirou a vida de 272 pessoas, duas estavam grávidas. E ainda há três joias a serem encontradas. Para marcar a data, a corporação divulgou um vídeo em homenagem às famílias das vítimas. “Nosso propósito, desde o primeiro dia, está em cumprir nossa missão de forma honrada em respeito a dor das famílias que depositaram suas esperanças no Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais”, diz a mensagem.















Desde 25 de janeiro de 2019, cerca de 6 mil bombeiros militares atuaram nas buscas após o rompimento da barragem do Córrego do Feijão. “Como ainda temos três joias desaparecidas, o Corpo de Bombeiros ainda está empenhado nesse trabalho de busca, com aproximadamente 30 militares diariamente, há 1.462 dias, dedicando-se às ações operacionais, planejamento estratégico. Tudo isso tem sido primordial para a recuperação das joias e alento do coração dessas famílias”, diz a capitã Thaise Rodrigues Rocha, porta-voz do CBMMG. “Enquanto for possível, enquanto for viável, estaremos empenhados para poder trazer conforto a essas famílias”, enfatiza. O CBMMG está na 8ª Estratégia, operando com as estações de buscas, que consistem em equipamentos industriais de peneiramento adaptados para a realidade operacional da operação Brumadinho. Essa nova estratégia permitiu um ganho em volume processado: cerca de 200 toneladas de rejeitos por hora em cada equipamento.


(Com informações da Agência Minas)

0 comentário

Comments


bottom of page