top of page

Defesa Civil de Minas Gerais atua em municípios atingidos por novos temporais com granizo


Fenômeno foi registrado mais uma vez nessa terça-feira (8/11) em outras cidades - Foto: Defesa Civil/Arquivo

A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Minas Gerais (Cedec) segue mobilizada para atender os municípios atingidos pelas fortes chuvas no estado. Nessa terça-feira (08), mais cidades registraram queda de granizo e foi confirmada a primeira morte do período em Minas. O órgão pede que a população redobre os cuidados.


“Temos equipes em Santos Dumont e em Piraúba, ambas na Zona da Mata, em Uberaba, no Triângulo Mineiro, no Sul de Minas, especificamente em Campos Gerais, que foi uma região que sofreu muito com a chuva de granizo de ontem.”, detalha o coordenador estadual adjunto da Defesa Civil de Minas Gerais, tenente-coronel Sandro Corrêa.


Em Piraúba, local da primeira morte, um senhor de 62 anos, cadeirante, foi atingido por um muro.


Em Uberaba, também houve registro de forte chuva. Telhados foram danificados pelo granizo e carros foram atingidos por árvores. A Unidade Básica de Saúde (UBS) Parque do Mirante chegou a ser interditada por causa dos danos. Foi necessária a remoção dos pacientes internados e quem aguardava atendimento foi direcionado a outras unidades.


Segundo o boletim da Defesa Civil de Minas Gerais desta quarta-feira (09), o estado já conta com 27 municípios em situação de emergência por conta das chuvas. Há, ainda, 1.804 pessoas desalojadas e 488 desabrigadas. Uma ocorrência de óbito na capital mineira na segunda-feira (07) segue em apuração. “Temos ciência que, infelizmente, ocorreu o óbito de um adolescente em Belo Horizonte, mas ainda não vinculamos ao período chuvoso, tendo em vista que estamos aguardando o laudo pericial”, diz o coordenador. Na ocasião, a vítima andava de bicicleta quando foi atingida por uma árvore e morreu. Um outro jovem ficou ferido.


O Estado de Minas Gerais, por meio da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, também presta apoio humanitário aos atingidos. "Estamos, neste momento, fazendo o carregamento de caminhões para levar lona, cestas básicas, kits de higiene, kits de limpeza, kits dormitório para apoio aos necessitados de acordo com a demanda dos municípios”, afirma o tenente-coronel.


(Com informações da Agência Minas)

0 comentário
bottom of page