top of page

Edição 2023 do Bolsa Atleta bate recorde de auxílios concedidos


Programa do Ministério do Esporte apoiará 7.868 esportistas - Foto: Jonne Roriz

A edição 2023 do Bolsa Atleta contemplou um total de 7.868 esportistas, o maior número de pagamentos realizados na história do programa, que iniciou em 2005, e que representa um aumento de 20% em relação à edição 2022, de 6.419 bolsas, informou o Diário Oficial da União na última terça-feira (18).


“Fico muito feliz que neste primeiro ano da nossa gestão o programa Bolsa Atleta tenha tido esse recorde no número de contemplados. Penso que essa é uma aposta importante na política de esporte que, certamente, dará resultados para os atletas brasileiros durante muitos anos, uma vez que 65% dos bolsistas têm até 23 anos. Essa é a retomada do Ministério do Esporte em grande estilo, com uma alta aposta nos atletas do Brasil”, declarou a ministra do Esporte, Ana Moser.


A edição 2023 do Bolsa Atleta destinou apoio a 5.898 atletas olímpicos e a 1.970 representantes de modalidades paralímpicas. Do total, 3.478 (44,2%) são mulheres e 4.390 (55,8%) homens.


O Bolsa Atleta é um programa do Governo Federal voltado para esportistas que tenham mais de 14 anos de idade e que é considerado uma das maiores iniciativas do mundo de patrocínio direto. O programa é dividido em cinco categorias: Nacional (que pagará R$ 925 mensais a 5.134 atletas), Internacional (que destinará 1.431 bolsas de R$ 1.850), Estudantil (com 567 auxílios de R$ 370), Atleta de Base (para 378 atletas que receberão R$ 370) e Olímpico e Paralímpico (com 358 contemplados no valor de R$ 3.100).



(Com informações da Agência Brasil)

0 comentário

Comments


bottom of page