top of page

Eleitores relatam nas redes sociais operações da PRF

Mesmo após determinação de suspensão do TSE, PRF descumpriu ordem judicial e fez quase 600 operações contra transporte de eleitores até o início da tarde.


Twitter/Reprodução

Relatos dos eleitores nas redes sociais em vários estados na manhã do domingo (30), mostram que a Polícia Rodoviária Federal desrespeitou a ordem do ministro Alexandre de Moraes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para que não fossem realizadas operações em transportes públicos neste 2º turno da eleição. Todos os relatos foram no Nordeste e Norte do país.

O ministro Alexandre de Moraes, determinou então que o diretor da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Silvinei Vasques, interrompesse "imediatamente" operações da corporação sobre transporte público de eleitores.


Moraes estabeleceu que, se Vasques não cumprisse a ordem, receberia multa pessoal e horária de R$ 100 mil, seria imediatamente afastado das funções e preso em flagrante por desobediência e crime eleitoral.


0 comentário

Comments


bottom of page