top of page

Férias escolares podem trazer riscos de acidentes envolvendo crianças


Cirurgião reforça necessidade de atenção e conversa sobre a segurança de atividades e brincadeiras - Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom

Um dos períodos mais esperados pelas crianças em idade escolar, o recesso de verão também pode representar temporada de riscos de acidentes para elas. Gerente médico do Complexo Hospitalar de Urgência e Emergência da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), o cirurgião geral Rodrigo Muzzi alerta para a importância da prevenção de traumas, queimaduras, fraturas e outros, que podem ser evitados na maioria das vezes.


De acordo com o médico, quedas de lugares altos lideram a lista de acidentes mais recorrentes no hospital, em razão de crianças se aventurarem em escadas ou cadeiras para pegar algo ou até mesmo brincar. O motivo é seguido por "causalidades no trânsito, queimaduras e afogamentos, que são menos comuns, mas também ocorrem e costumam ser graves”, acrescenta Muzzi. As intoxicações ocorrem com frequência em crianças menores, que geralmente não possuem conhecimento da nocividade de substâncias como a soda cáustica, por exemplo.


“Os pais precisam ficar atentos aos filhos, especialmente em situações perigosas, como subir em escadas ou cadeiras, estar perto de piscinas, lagoas (e principalmente rios ou mar), além de não deixar chegarem perto de fogo e em ruas com intenso movimento de veículos.”, alertou o cirurgião.


Com a chegada do verão, todo cuidado é pouco para manter os pequenos afastados de situações que possam machucá-los e evitar ferimentos sérios que podem ocasionar lembranças dolorosas da infância.


(Com informações da Agência Minas)

0 comentário

Comments


bottom of page