Morre Jô Soares, um gênio do humor


Jô Soares — Foto: Reprodução/Instagram/Flavia Soares

O Brasil amanheceu mais triste e culturalmente mais pobre. Faleceu em São Paulo, no hospital Sírio Libanês, na madrugada de hoje, cinco de agosto de 2022, o ator de teatro, cinema e televisão, dramaturgo, roteirista, diretor, escritor e, principalmente, humorista Jô Soares. José Eugênio Soares, nome de batismo, nasceu no Rio de Janeiro em 1938 e era filho único de uma família rica que perdeu a fortuna.


Estudou na Suíça e nos Estados Unidos, falava seis línguas e abandonou o plano de ser diplomata para se dedicar à vida artística. Entrou na Globo em 1970, onde estreou no programa humorístico "Faça Humor, Não Faça Guerra". Antes da Globo ele já havia trabalhado nas TVs Continental, Rio, Tupi, Excelsior e Record.


Seu programa exclusivo, entretanto, só foi ao ar em 1981, com o nome de "Viva o Gordo". Em 1987 deixou a Globo e assinou com o SBT, onde apresentou o “Jô Soares Onze e Meia”.

Voltou à Globo no ano 2000, para apresentar o “Programa do Jô”, considerado o maior programa de entrevistas da TV brasileira. Deixou a telinha em 2016

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo