top of page

Polícia Civil emite nota sobre vazamento do laudo pericial da cantora Marília Mendonça


Corregedoria-Geral da corporação instalou procedimentos para apurar o vazamento do laudo contendo fotos sensíveis - Foto: Reuters

A Polícia Civil de Minas Gerais divulgou nesse sábado (15) uma nota oficial sobre o vazamento de fotos do laudo pericial da cantora Marília Mendonça, que faleceu no dia 05 de novembro de 2021, aos 26 anos, após se envolver em um acidente de avião na zona rural do município de Piedade de Caratinga, no interior mineiro.


A corporação esclareceu que, ''desde o momento em que tomou conhecimento do vazamento do laudo pericial, tomou providências no sentido de restringir ainda mais o acesso ao documento e de identificar o usuário do sistema que deu causa ao vazamento. Foi instaurado procedimento pela Corregedoria-Geral da Polícia Civil e inquérito policial para apurar o vazamento, a autoria e, consequentemente, responsabilizar os culpados.


A PCMG ainda disse que não compactua com eventuais desvios de conduta de seus servidores, os quais são apurados com rigor e celeridade, e que as medidas administrativas após apuração e direito à defesa podem ir desde o afastamento do servidor à demissão do cargo público.


A Polícia Civil reforçou seu compromisso com o resguardo dos dados sensíveis que envolvem a investigação criminal em todas suas vertentes, bem como a punição de todos os servidores que eventualmente derem causa ao vazamento de dados, informações ou documentos de natureza sensível ou sigilosa.

0 comentário

Comments


bottom of page