top of page

PRF atinge marca histórica e aumenta em mais de 15% as apreensões de cocaína no ano de 2022 em Minas


Polícia estima um prejuízo de mais de R$ 500 milhões de reais aos criminosos - Foto: PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) encerrou o ano de 2022 com uma grande quantidade de drogas apreendidas nas rodovias e estradas federais em Minas Gerais.


Os números apresentados entre janeiro e dezembro do ano passado, registram um aumento de 15,83% no volume de cocaína apreendida (2.904 quilos), quando comparado ao mesmo período de 2021 (2.507 quilos). Somente em 2022, estima-se que as apreensões causaram um prejuízo aos criminosos de R$522.700.000,00.


Apesar do Brasil não ser produtor de cocaína, figura como um grande mercado consumidor, local de armazenamento e funciona como intermediário na rota para o tráfico internacional.


O aumento anual no volume destas apreensões deve-se à competência dos policiais rodoviários federais, que têm se aprimorado em treinamentos e capacitações constantes. Operações conjuntas com outras forças policiais também foram um importante fator na concretização destes resultados.


Além disso, a PRF apertou o cerco ao narcotráfico com ações coordenadas e planejadas por inteligência policial, o que otimiza os resultados ao tornar mais efetiva as fiscalizações dos veículos nas rodovias. A utilização de cães farejadores foi enfatizada como ferramenta fundamental no enfrentamento ao tráfico de drogas.


Foto: PRF


(Com informações da PRF)

0 comentário

Comments


bottom of page