top of page

Relator no TSE vota pela inelegibilidade de Bolsonaro


Após a leitura do voto de Benedito Gonçalves, julgamento foi suspenso - Foto: Valter Campanato

O ministro Benedito Gonçalves, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), votou nessa terça-feira (27) pela condenação do ex-presidente Jair Bolsonaro à inelegibilidade por oito anos. Se o voto do ministro, que é relator do caso, for acompanhado pela maioria da Corte, Bolsonaro não poderá disputar, pelo menos, das eleições gerais de 2026.


Após o posicionamento do relator, o julgamento foi suspenso e será retomado na quinta-feira (29). Faltam os votos dos ministros Raul Araújo, Floriano de Azevedo Marques, André Ramos Tavares, Cármen Lúcia, Nunes Marques e o presidente do Tribunal, Alexandre de Moraes.


O TSE julga uma ação na qual o PDT acusa Bolsonaro de abuso de poder político e uso indevido dos meios de comunicação. A legenda contesta a legalidade da reunião realizada pelo ex-presidente com embaixadores em julho do ano passado, no Palácio da Alvorada, para atacar o sistema eletrônico de votação.


(Com detalhes da Agência Brasil)

0 comentário

Comentarios


bottom of page