top of page

Sete homens são presos por garimpo irregular em Arcos

O Policiamento de Meio Ambiente do Comando de Policiamento Especializado da Polícia Militar de Minas Gerais, durante o desencadeamento da Operação Narcos, no setor do 2º Pelotão da 7ª Companhia PM de Meio Ambiente, nessa terça-feira (9), recebeu informações a respeito da realização de mineração ilegal na zona rural do município de Arcos, por pessoas da região Norte do estado.


No local, os policiais constataram que diversas pessoas trabalhavam na extração ilegal de quartzo, mediante a utilização de picaretas, pás e outras ferramentas.


Ao se aproximarem, os militares se identificaram e determinaram aos mineradores ilegais que largassem as ferramentas, tendo os garimpeiros corrido em diversas direções, sendo perseguidos pelas equipes distribuídas no terreno.


Durante a perseguição a pé, os militares conseguiram alcançar e efetuar a prisão de sete garimpeiros ilegais, os quais portavam picaretas, pás e sacos plásticos contendo pedras de quartzo extraídas ilegalmente naquela propriedade.


Pelo trajeto percorrido pelos garimpeiros em fuga, os militares encontraram dezenas de ferramentas, vários sacos de fios de nylon contendo quartzo em seus interiores, uma mochila contendo aparelhos celulares, uma bucha de maconha e outra mochila contendo uma arma de fogo e um pino de cocaína.


Resultados Obtidos Durante a Operação:

– Pessoas presas: 7;

– Arma de fogo: 1;

– Autos de Infração lavrados: 7;

– Valor total de multas aplicadas: R$ 554.368,50;

– Ferramentas apreendidas: 23;

– Entorpecentes apreendidos: 1 bucha de maconha e 1 pino de cocaína;

– Pedras preciosas apreendidas: 2 sacos contendo pedras de quartzo;

– Valores apreendidos: R$ 152

– Aparelhos de telefone celular apreendidos: 6.


Foto: Polícia Militar

0 comentário

Comments


bottom of page